Image Image Image Image Image Image Image Image Image

26 maio

By

Os perigos do ressaltador de sabor (glutamato monossódico)

26/05/2014 | By |

O glutamato monossódico, também conhecido como glutamato de sódio, GMS ou simplesmente ressaltador de sabor é comumente adicionado a muitos alimentos. Ele  melhora o sabor de carnes e outros pratos com seu gosto “umami”, e por isso pode ser encontrado com frequência em comidas prontas, fast-foods e em diversos restaurantes. A comida chinesa, em particular, usa muito glutamato monossódico. Algumas marcas famosas vendem seus produtos como ressaltadores de sabor, mas eles nada mais são que glutamato monossódico e contêm todos os perigos apresentados neste artigo.

É muito comum que as pessoas sintam-se mal depois de ingerir uma comida com glutamato monossódico. Muitos órgãos, como o órgão responsável pela administração de alimentos e medicamentos dos EUA, o FDA (Agência regulatória para Alimentos, Medicamentos e Cosméticos dos Estados Unidos), classificam o glutamato monossódico como “seguro”, mas muitos sintomas relacionados ao seu consumo foram reportados ao FDA ao longo dos anos.  Dores de cabeça, aceleração dos batimentos cardíacos, dores no peito, dormência ou formigueiro no rosto e pescoço, asma, palpitações e sudorese, são alguns dos possíveis efeitos colaterais do ressaltador de sabor nos alimentos.

Pesquisas recentes mostram que o glutamato monossódico pode ser classificado como uma excito-toxina, ou seja, uma substância que estimula suas células a ponto de danificá-las ou mata-las. Isto é particularmente perigoso se associado ao glutamato,  por ele ser o principal neurotransmissor estimulante do cérebro. A danificação nas suas células cerebrais pode levar a todos os efeitos colaterais citados anteriormente,  e além disso pode desencadear ou piorar outras condições já existentes, como por exemplo, dificuldades de aprendizado, Alzheimer e Doença de Parkinson. As complicações à longo prazo relacionadas ao consumo de glutamato monossódico são obesidade, depressão, enxaquecas crônicas e lesões oculares.

Qualquer alimento consumido em excesso pode causar problemas de saúde, mas como o glutamato monossódico pode danificar as suas células, o excesso dele é ainda pior. Da mesma forma que ocorre com os adoçantes artificiais, ele engana o seu cérebro e faz com que você queira mais e mais deste sabor que lhe satisfaz. Você vai começar a desejar o sabor umami de carne salgada trazido pelo ressaltador de sabor e vai precisar de cada vez mais para sentir-se satisfeito. Isso vai causar danos para o seu corpo e sua mente, criando problemas para a vida toda relacionados à saúde, depressão, transtornos alimentares e dietas radicais.

Quais alimentos devo evitar?

Aqui está uma lista de supermercado que potencialmente contém glutamato monossódico:

  • Molhos e condimentos prontos, enlatados ou instantâneosARTICLE - MSG - body
  • Caldos para carnes, aves e peixes
  • Alimentos em conserva
  • Comidas prontas ‘diet’
  • Salgadinhos industrializados como batatas fritas, cheetos e nachos
  • Carnes e linguiças curadas e defumadas
  • Temperos e especiarias prontos e industrializados
  • Comida congelada
  • Ketchup
  • Proteína vegetal hidrolisada
  • Sopas em pó ou enlatadas
  • Ressaltadores de sabor

Na maioria dos países, o glutamato monossódico é obrigado a aparecer  na lista de ingredientes dos alimentos industrializados. Normalmente estará no final da lista e em quantidades pequenas. No Brasil, ele aparece mais comumente como ressaltador de sabor.

Segundo o site http://www.truthinlabeling.org/ apresentamos outros possíveis nomes de GMS:

Nomes dos ingredientes que contêm sempre ​​ácido glutâmico livre processado:

  • O ácido glutâmico (E 620)
  • Glutamato (E 620)
  • Glutamato monossódico (E 621)
  • Glutamato  de Monopotássio (E 622)
  • Glutamato de cálcio (E 623)
  • Glutamato  Monoamônio (E 624)
  • Glutamato de magnésio (E 625)
  • Gutamato  Natrium
  • Qualquer “hidrolisado”
  • Qualquer “proteína hidrolisada”
  • Caseinato de cálcio
  • Caseinato de sódio
  • Extrato de levedura
  • Levadura de Torula
  • Levadura
  • Nutriente de Levadura
  • Levedura autolisada
  • Gelatina
  • Proteína texturizada
  • Proteína de soro de leite / Whey
  • Proteína de soro de leite / Whey Concentrada
  • Proteína de soro de leite / Whey isolada
  • Proteína de soja
  • Proteína de soja Concentrada
  • Proteína de soja isolada
  • Qualquer “proteína”
  • Qualquer “proteína fortificada”
  • Molho de soja
  • Extrato de molho de soja
  • Qualquer “enzima modificada”
  • Qualquer coisa que contenha “enzimas”
  • Qualquer “fermentado”
  • Qualquer coisa que contenha “protease”
  • Vetsin
  • Ajinomoto
  • Umami

Nomes de ingredientes que muitas vezes contêm ácido glutâmico livre processados ​​durante o processamento:

  • Carragenina (E 407)
  • Bouillon ( caldo )
  • Caldo básico
  • Quaisquer “sabores” ou “aroma”
  • Sabor Natural
  • Maltodextrina
  • Oligodextrin
  • Ácido cítrico,
  • Citrato (E 330)
  • Qualquer coisa “ultra-pasteurizada”
  • Malte de cevada
  • Levadura de cevada
  • Levedura de cerveja
  • Pectina (E 440)
  • Extrato de malte
  • Temperos

Os seguintes são ingredientes suspeitos de conter ou de criar ácido glutâmico livre processado suficiente para provocar uma reação em pessoas altamente sensíveis:

  • Amido de milho
  • Xarope de milho
  • Amido de milho modificado
  • Gordura de manteiga Lipolyzed
  • Dextrose
  • Xarope de arroz
  • Xarope de arroz integral
  • Leite em pó
  • Leite desnatado
  • A maioria das coisas “baixo teor de gordura” ou “sem gordura”
  • Qualquer coisa “enriquecida”
  • Qualquer coisa “vitaminada”
  • Qualquer coisa “pasteurizada”
  • Annatto
  • Vinagre
  • Vinagre balsâmico
  • Determinados quelatos de aminoácidos (citrato, aspartato e glutamato são utilizados como agentes quelantes com suplementos minerais.)

Sempre confira os ingredientes dos produtos que você compra. Se estiver num restaurante e não tiver certeza se eles utilizam glutamato monossódico na preparação dos pratos, pergunte. Você também pode evitá-lo pedindo pratos sem o molho ou diretamente pedir para que eles não usem ressaltadores de sabor na sua comida. Alguns restaurantes chineses e japoneses vão avisar quando não usam glutamato monossódico, mas sempre é bom confirmar.

O glutamato monossódico é um ingrediente que deve ser absolutamente evitado. A maneira mais fácil é comendo comidas preparadas por você mesmo, ou preparadas por um restaurante saudável e que respeita a sua saúde. Se você deixar de consumir enlatados, comidas prontas, congeladas, instantâneas ou em conserva, vai acabar eliminando 99.9% do glutamato monossódico ingerido. Você vai comer melhor, sentir-se melhor e viver melhor a cada vez que optar por não comer glutamato monossódico.

Como vimos, esse ingrediente é altamente intoxicante, sendo capaz de levá-lo a desenvolver não apenas um mal-estar crônico, como graves doenças, se consumido em excesso. Se sua rotina alimentar contém um ou mais produtos que possuem glutamato monossódico, é hora de mudar! Conforme for substituindo suas refeições industrializadas por alimentos cada vez mais frescos e naturais, o seu corpo vai passar por uma verdadeira transformação.

Nessa transição, o processo de desintoxicação é verdadeiramente importante, sendo muitas vezes necessário auxiliar o seu corpo nessa limpeza. Os sucos detox são uma das melhores opções, capazes de dar uma dose extra de energia para que seu bem-estar seja atingido da melhor forma possível.

É importante, porém, estar atento à procedência dos sucos que existem hoje em dia e garantir que aqueles que você ingere são ricos em componentes hidratantes, alcalinos e repletos de micronutrientes, como vitaminas e minerais. Com a popularização do termo detox, a qualidade nutricional dos sucos empobreceu e muitos estão cheios de açúcares, o que acaba trazendo prejuízos à sua saúde.

Para que você não tenha problemas e possa desfrutar dos reais benefícios do suco detox, preparamos um e-book para você baixar gratuitamente. Ele vai te ajudar a entender o que é um verdadeiro suco detox e dar os passos para você prepará-lo em sua casa, com uma receita segura e fácil.

Para conhecer o Verdadeiro Suco Detox, baixe nosso e-book gratuitamente e veja a receita na íntegra.

Baixar o ebook

 

Esperamos que tenha gostado deste artigo. E se achar que alguém mais pode se beneficiar com ele, por favor, compartilhe!

Viva uma vida extraordinária!
Laura & Tammy
#energizesuavida