Blog

O que eu estava fazendo errado?

Durante 35 anos da minha vida eu não me importei muito com como cuidava do meu corpo. Eu era preguiçosa, não queria nem pensar no que iria comer na próxima refeição. Tudo era muito espontâneo e eu comia o que estivesse ao alcance e disponível.

Se eu quisesse algo rápido, comia um sanduíche. Se tivesse mais tempo, provavelmente prepararia alguma coisa congelada como almôndegas ou hambúrgueres, com um pouco de arroz branco. Nos dias de muita inspiração, talvez eu faria um strogonoff com molho de tomate pronto, arroz branco e batata frita. E sempre tinha iced tea ou suco de laranja na geladeira para acompanhar.

Às vezes eu me sentia culpada pela maneira como comia, e pensava que deveria me alimentar de maneira mais saudável. Meu “mais saudável” era preparar algo como um salmão ao forno com um molho de mel e mostarda, meu favorito. Para acompanhar, arroz branco e algumas verduras. Ovos mexidos, arroz branco e salada sempre foram uma boa e rápida opção. E como sou uma grande fã de arroz, algumas vezes, quando estava com muita preguiça e tinha arroz pronto na geladeira, eu simplesmente o esquentava no microondas e comia com uma salada simples, como alface e tomate.

De manhã, eu sempre comia uma torrada com manteiga e mel com suco de laranja, ou um cereal qualquer com leite. E antes de dormir, às vezes tomava um copo de leite achocolatado ou suco de laranja só para garantir que não acordaria com fome no meio da noite.

Essa foi basicamente a minha dieta por muitos, muitos anos da minha vida. Para muitas pessoas pode não parecer tão ruim ou muito diferente do que elas comem. Mas depois que comecei ter consciência de como os alimentos são processados em meu corpo, as coisas começaram a mudar.

Estas são as 7 coisas mais importantes que aprendi:

#1
Iced Tea e suco de laranja, ainda que pareçam muito saudáveis, se não forem feitos/espremidos na hora e de preferência em casa, não são bons para você. Para que estejam nas prateleiras do supermercado durante dias, essas bebidas têm que ser pasteurizadas. Após o processo de pasteurização, todos os nutrientes são eliminados, só restando os açúcares. Sem falar em todos os aditivos e conservantes que precisam ser adicionados. Então, basicamente, essas bebidas apenas te fazem engordar.

#2
Por mais que eu goste de arroz, o arroz é um grão e os grãos não são digeridos com facilidade pelo nosso organismo. Comê-los todos os dias pode sobrecarregar o organismo. Além disso, assim como a farinha, o arroz é convertido em açúcar no nosso corpo. Então o ideal é comer mais legumes e menos arroz.

#3tammy_before-after
Opte por alimentos frescos! Sempre que puder, prefira alimentos frescos em vez de enlatados, processados ou industrializados. Durante esses processos, os nutrientes se perdem e conservantes precisam ser adicionados para que os alimentos durem por mais tempo. Esses conservantes não são reconhecidos pelo organismo e podem fazer engordar muito. E, sempre que possível, escolha alimentos orgânicos em vez de convencionais. Seguindo o mesmo princípio, frutas, verduras e legumes convencionais são muito pulverizados com pesticidas, que, assim como os conservantes, não são reconhecidos pelos nossos corpos e muitas vezes são armazenados como gordura. A carga nutricional dos alimentos orgânicos é muito mais alta do que a dos alimentos convencionais.

#4
Leite, iogurte, queijo e manteiga pasteurizados não são digeridos com facilidade. Como nosso corpo foi projetado com perfeição, ele sempre encontra uma maneira de superar essa sobrecarga. Mas depois de anos de “abuso do sistema”, em algum momento nosso corpo colapsa, e é aí que as doenças começam a surgir. Leite, iogurte, queijo e manteiga não-pasteurizados não são processados e por isso contêm suas próprias enzimas que ajudam nosso corpo a digeri-los. O objetivo da pasteurização é matar todas as bactérias nocivas, mas o processo também mata todas as bactérias boas presentes em nosso organismo.

#5
Nos dias de hoje o pão, assim como o macarrão, é um elemento básico na cozinha, mas a verdade é que o trigo não é nosso melhor amigo. Se comêssemos alimentos à base de trigo esporadicamente, tudo bem. Mas, na dieta moderna, o glúten está presente em quase todos os alimentos, e isso é o que deu ao trigo uma má reputação. Se, para comer pão, você tivesse que prepara-lo da maneira tradicional, não comeria a mesma quantidade que come normalmente. Comemos pão todos os dias de manhã, às vezes em sanduíches no almoço ou jantar, ou até mesmo nas duas refeições! E isso sem contar com os outros alimentos que levam trigo. Mais uma vez, isso sobrecarrega nosso corpo e, devido a esse abuso, alergias e doenças começam a aparecer junto com ganho de peso.

#6
Comer em movimento era um hábito ao qual eu estava muito acostumada. E na sociedade moderna, onde tempo é dinheiro, nos adaptamos à comida rápida como maneira de economizar não só porque a comida é barata, mas também porque você pode rapidamente voltar ao trabalho. Bom, o que nós não sabemos é que quando comemos devagar, mastigando muito bem os alimentos, estamos facilitando a digestão e ajudando nosso sistema a ser mais produtivo. Isso nos ajudará, mais tarde, a nos sentirmos ainda mais produtivos no trabalho.

#7
Combinar alimentos foi uma das coisas mais importantes que aprendi. No começo eu pensei que nunca seria capaz de entender e memorizar o que deveria ser combinado com o quê. Mas não demorei muito para aprender algumas diretrizes importantes. As frutas sempre devem ser comidas sozinhas e nunca devem ser misturadas com muitas coisas ao mesmo tempo ou poderá sofrer umas conseqüências em relação a produção de gases. Proteínas só devem ser comidas com verduras e legumes. Então, apesar dos meus pratos preferidos de salmão-com-arroz e strogonoff-com-arroz serem muito saborosos e não parecerem tão ruins para a minha saúde, eles estavam causando uma imensa dificuldade ao meu sistema digestivo para processar tudo aquilo. Agora entendo por que me sentia pesada, preguiçosa e sonolenta depois de uma refeição.

Poderíamos continuar falando das coisas que aprendi, mas somente com essas diretrizes sua vida já pode mudar consideravelmente. Você pode notar um aumento de energia em seu corpo simplesmente aprendendo e aplicando essas regras.

Tammy

Quer ter MAIS ENERGIA?

Cadastre-se e receba nossas DICAS, DESAFIOS e OPORTUNIDADES para melhorar a performance
e estar em forma para o sucesso.

Curtiu? Então, compartilha! 👇

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email