Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Suplementos. São necessários?

02/11/2017 | By | No Comments

Essa é uma pergunta que recebemos com muita frequência.

Recentemente palestramos no evento Tribo Forte, organizado por Rodrigo Polesso, e participamos dos painéis que aconteceram ao final de cada dia. Durante os painéis, os participantes tiveram a oportunidade de fazer perguntas a todos os palestrantes.

E uma das perguntas que surgiu foi justamente essa: O que vocês opinam sobre os suplementos? Valem a pena?

Um dos médicos que estavam no painel respondeu que, se a alimentação de uma pessoa é a base de comida de verdade, então não é necessária a suplementação, a não ser a de vitamina D em alguns casos.

Pois bem… eu, Laura, concordo com essa resposta… em parte.


Existem alguns pontos que devem ser considerados na hora de decidir se suplementos são necessários ou não. São eles:

1. Individualidade

Cada pessoa é única, passando por um momento único, com necessidades únicas… e essa individualidade deve ser levada em consideração. A melhor maneira de saber exatamente seu estado é fazendo exames de sangue.

2. Densidade Nutricional e Qualidade da Comida

Se absolutamente tudo que você consome é comida de verdade, 100% orgânica, local e sazonal, talvez não precise de suplementos. Mas, mesmo quando comemos tudo orgânico, precisamos levar em consideração que, hoje em dia, o solo não contém mais a mesma quantidade de nutrientes que no passado. Além disso, nossas necessidades aumentaram consideravelmente por causa do nosso estilo de vida acelerado.

3. Níveis de Estresse

O estresse é um “mal” que afeta a maioria dos seres humanos do mundo moderno. Para que nosso corpo possa lidar com esse estresse e deixar nossa “conta bancária” (ou seja, o corpo) em crédito, é necessário suplementar. Quantidades extras de vitamina C, magnésio e vitamina B são necessárias para seu corpo enfrentar o estresse. A pergunta é: Como estão os SEUS níveis de estresse?

4. Exposição à Toxicidade

Se você mora na cidade, tem tapetes em sua casa ou utiliza produtos de limpeza e beleza convencionais, as chances de você estar exposto a toxinas são bem altas. Mais uma vez, para poder eliminar todas essas toxinas às quais estamos constantemente expostos, o corpo precisa de uma dose extra de nutrientes . E, ainda assim, precisamos também considerar o…

5. Estado de Saúde do Sistema Digestivo

Não somos o que comemos e sim o que absorvemos. Se você come comida de verdade mas seu sistema digestivo não funciona da maneira correta, chances são de que você não está obtendo todos os nutrientes que precisa. A saúde do sistema digestivo determina o quão saudável é o indivíduo. Os problemas digestivos podem se manifestar de muitas maneiras. Refluxo, esofagite, gastrite, constipação, diarréia, gases, sensação de inchaço, arrotos etc. Existem duas coisas que afetam diretamente a sua digestão: 1) o estresse, e 2) a qualidade dos alimentos ingeridos. Se você come fora, sempre com pressa, ou está constantemente sentindo algum tipo de pressão ou estresse, com certeza sua digestão está sofrendo. Você tem algum dos sintomas que citamos aqui?

6. Acesso a Comida de Verdade

Por último mas não menos importante… A realidade é que a vida moderna é tão corrida, que nem todas as pessoas se permitem fazer pelo menos uma refeição a base de comida de verdade. Pelo contrário, na maioria das vezes elas acabam optando por “produtos alimentícios”, alimentos empacotados, produzidos em uma fábrica e não comida como vem da natureza. E existem também aquelas pessoas que, como nós, viajam bastante e nem sempre têm acesso à qualidade da comida que gostaria de ter quando estão fora de seu ambiente. Nesses casos, muito provavelmente essas pessoas precisam de suplementos nutricionais.

MAS TOME MUITO CUIDADO!

Quando falamos de suplementos, não estamos falando de suplementos sintéticos que podem acabar causando mais estragos do que benefícios. Quando falamos de suplementos nutricionais, estamos nos referindo a fazer uma suplementação com comida de verdade. Para nós, uma maneira de garantir a ingestão adequada de nutrientes e que, principalmente, sejam fáceis de digerir é através dos sucos verdes, dos shakes e do superalimento que nunca falta em casa — a Spirulina PuraEco.


A spirulina é nosso superalimento favorito por vários motivos…

Os principais motivos pelos quais usamos ela todos os dias como suplementos nos nossos shakes e levamos sempre conosco quando viajamos são:

1. Proteína: umas das propriedades pelas quais a spirulina é tão popular é porque contem 65% proteína e a maioria dos aminoácidos essenciais. Nem sempre temos acesso a boas fontes de proteínas, portanto sempre consumimos a Spirulina PuraEco como forma de suplementação de proteína.

2. Ácidos Graxos Omega 3 e 6, sendo especialmente rica em omega 3: esses componentes fazem com que a spirulina seja um excelente anti-inflamatorio. A não ser que você consuma bastante peixe que possui muita gordura, como salmão selvagem e sardinhas, ou carnes de animais grass fed (criado solto e alimentados a pastura), muito provavelmente seus níveis de omega 3 são baixos. Onde moramos não temos acesso a esse tipo de peixe e, mais triste ainda é saber que 88% do gado na Argentina é criado em feed lots (em confinamento) e sua alimentação é a base de ração preparada com milho e soja geneticamente modificados.

3. Nutrientes Altamente Digeríveis, girando entre 85 e 95%: o dia-a-dia da maioria das pessoas é bastante corrido e nem sempre é possível comer em paz, com calma, e consumindo todos os nutrientes necessários. A verdade é que, mesmo a gente que faz isso quase todo o tempo de forma consciente, muitas vezes não temos tempo de relaxar na hora de comer e, por isso, nos asseguramos de facilitar a digestão dos nossos alimentos ao máximo.

Outro ponto importante sobre a spirulina

Justamente por conter proteínas e ácidos graxos essenciais, a spirulina ajuda muito no controle de desejos pelos doces que acontecem, especialmente durante as viagens, quando não dormimos o número de horas necessárias ou não temos acesso a alimentos ricos em proteínas e gorduras de boa qualidade.

Se quiser saber um pouco mais sobre porquê escolhemos a Spirulina PuraEco como nosso principal suplemento clique aqui.

Referências

  • https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24802503
  • https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24829782
  • https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25293509
  • https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25853428
  • https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27259333
  • http://authoritynutrition.com/10-proven-benefits-of-spirulina
  • http://wellnessmama.com/4738/spirulina-herb-profile
  • http://livescience.com/48853-spirulina-supplement-facts.html
  • http://draxe.com/spirulina-benefits
  • http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2011/07/01/spirulina-the-amazing-super-food-youve-never-heard-of.aspx

Submit a Comment

Já baixou o ebook?

Conheça 7 pilares simples que podem ser aplicados no seu dia-a-dia para ter mais energia

You have Successfully Subscribed!